O FUTURO CHEGOU: robô sul-coreano pode patrulhar fronteira com a Coreia do Norte

O FUTURO CHEGOU: robô sul-coreano pode patrulhar fronteira com a Coreia do Norte

Se você já assistiu a animes como “Gundam” e “Macross”, viu filmes como “Avatar” e “Círculo de Fogo” ou simplesmente gosta muito de robótica, a mais nova invenção vinda da Coreia do Sul deve estampar um sorriso no seu rosto – ou render algumas noites de pesadelos, caso as produções de referência sejam “O Exterminador do Futuro” e “Chappie”. Isso porque uma empresa do país asiático acaba de revelar o Method-2, um robô que tem tudo para se transformar em uma arma de guerra muito em breve.

Em desenvolvimento há cerca de um ano pela sul-coreana Hankook Mirae Technology, o equipamento funciona como uma mistura de exoesqueleto e armadura robótica, o que significa que o brinquedinho não é controlado à distância ou operado por meio de algum tipo de inteligência artificial: é preciso que um humano esteja dentro do cockpit para que o dispositivo funcione adequadamente. Difícil dizer se isso é melhor do que criar um item autônomo, uma vez que algumas pessoas podem ser mais instáveis que os computadores, não é?

Bem, independentemente de quem estiver no controle dessa belezinha, é inegável que o robozão oriental é imponente mesmo estando em seus estágios iniciais de produção. Afinal, estamos falando de um aparelho de 4 metros de altura, pesando cerca de 1,5 tonelada e com mãos semelhantes às humanas – indicando que ele pode ser utilizado para uma infinidade de tarefas, incluindo manusear mecanismos e objetos. Ver o Method-2 em ação é algo que fica entre uma cena muito assustadora ou muito impressionante. Assista ao vídeo abaixo e decida:

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR VÍDEO

Uso corporativo ou militar? Ambos!

Entre os usos planejados para o robô estão alguns trabalhos pesados em armazéns, fábricas e canteiros de obras, mas a ideia é que ele também possa ser utilizado na fronteira da Coreia do Sul com a Coreia do Norte – possivelmente reforçando o clima de hostilidade e tensão já existente no local. Mesmo que o Method-2 ainda dependa de um cabo de energia para ser alimentado e mal consiga ficar estável sobre suas duas pernas, a Hankook Mirae Technology afirma que há uma longa lista de compradores em potencial do produto.

Isso pode significar uma aprovação bem importante e um belo investimento no projeto, já que a expectativa é que as primeiras unidades do robô fiquem disponíveis apenas no final de 2017 e custem a “bagatela” de 10 bilhões de won – um valor equivalente a mais de R$ 27 milhões. Será que o país comandado por Kim Jong-um vai conseguir responder à altura com o novo brinquedinho de seus antigos compatriotas do Sul?

VIA TECMUNDO

 

Leia também

comentários