Para 7% dos americanos adultos, leite achocolatado vem de vacas marrons

Para 7% dos americanos adultos, leite achocolatado vem de vacas marrons

Uma pesquisa recente revelou que 7% de todos os adultos americanos acreditam que leite achocolatado vem de vacas marrons. O estudo, encomendado pelo Innovation Center of US Dairy (centro de inovação em laticínios) foi realizado em todos os EUA, e mostra que mais de 16 milhões de pessoas não conhece a origem do produto, composto basicamente de leite comum, cacau e açúcar. Outros 48% não sabiam a origem exata do alimento.

A falta de conhecimento chama atenção quando comparado com outros números da pesquisa, que revelam o alto consumo de laticínios pelos norte-americanos: 90% dos entrevistados consome laticínio todos os dias e 95% deles possuía ao menos um tipo de queijo na geladeira no momento da pesquisa. Como preferência pessoal, 63% dos norte-americanos deixaria de sair numa sexta-feira à noite para ficar em casa comendo biscoitos com leite.

Lisa McComb, porta-voz da US Dairy, explica que a pesquisa, encomendada à multinacional Edelman, obteve online os dados de 1.000 adultos norte-americanos de todos os 50 Estados daquele país entre 5 e 9 de maio de 2017.

Especialistas no assunto, no entanto, se surpreenderam que este número não fosse ainda maior. Há décadas observadores da agricultura, nutrição e educação criticam que muitos americanos são basicamente analfabetos em agricultura. Eles não sabem onde a comida é cultivada, como chega às lojas ou o que há nela.

Um estudo do Departamento de Agricultura dos EUA (na sigla em inglês, USDA, (equivalente norte-americano do Ministério da Agricultura) realizado no começo dos anos 1990 apontou que quase 1 em cada 5 adultos não sabia que hambúrgueres são feitos de carne bovina. Os especialistas em educação agrícola não estão convencidos de que muito mudou nas últimas décadas.

“Neste momento, estamos condicionados a pensar que, se você precisar de comida, você vai à loja. Nada em nosso quadro educacional ensina crianças de onde vem o alimento antes desse ponto “, afirmou ao jornal norte-americano The Washington Post Cecily Upton, co-fundadora de uma ONG que leva informação sobre o assunto a escolas primárias dos EUA.

Em outro estudo citado no periódico, uma equipe de pesquisadores entrevistou estudantes de quarta, quinta e sexta série em uma escola urbana da Califórnia, e descobriu que mais de metade deles não sabia que pepinos são pepinos ou que as cebolas e a alface eram plantas. Quatro em cada 10 não sabiam que hambúrgueres vêm de vacas e 3 em cada 10 não sabia que queijo é derivado do leite.

Segundo a pesquisa do USDA, suco de laranja é a “fruta” mais popular nos EUA, e batatas processadas – na forma de batatas fritas e Chips – foram classificadas como os melhores vegetais.

Além de FoodCorps de Upton, que trabalhou com mais de 100.000 estudantes ainda este ano, outros grupos trabalham com professores de escolas em todo os EUA para orientar sobre as origens de produtos alimentícios. Nutricionistas e reformadores de sistemas de alimentação dizem que essas lições básicas são críticas para criar crianças que sabem como comer de forma saudável – uma ajuda importante para enfrentar doenças cardíacas e obesidade.

VIA R7

Leia também

comentários